CURSO

Bacharelado
Duração do curso: 4 anos
Período: Noturno

Entende-se por Computação o corpo de conhecimento a respeito de computadores, sistemas de computação e suas aplicações, englobando aspectos teóricos, experimentais, de modelagem e de projeto. Dentre as inúmeras áreas que hoje requerem a presença do profissional de Computação, hoje, figuram as de consultoria e assessoramento, difusão artística e cultural, administração pública, participação em empresas de comunicação, turismo, indústria e comércio. O profissional deve estar apto para atuar em qualquer tipo de empresa: pequena, média, grande, estatal ou privada.

O curso de Bacharelado em Ciência da Computação exige uma constante interação do aluno com a comunidade científica, a fim de desenvolver novos conhecimentos e técnicas computacionais em áreas afins, em que destacam as habilidades nas áreas de:

  • Matemática juntamente com Algoritmos – caracterizam o alicerce dos cursos de computação, o aluno deverá ser capaz de ler, compreender e resolver situações-problema apresentadas na linguagem do cotidiano, na simbólica ou na linguagem de gráficos, diagramas e tabelas.
  • Programação – o aluno aprenderá a dar soluções de problemas, nesse sentido a área está relacionada a uma variada gama de outras atividades como especificação, projeto, validação, modelagem e estruturação de programas e dados, utilizando-se das linguagens de programação propriamente ditas, como ferramenta.
  • Física e eletricidade – o aluno irá adquirir os conceitos de eletricidade, sendo uma ferramenta com dois propósitos: dar ciência dos modelos matemáticos e estatísticos usados na compreensão dos fenômenos que ocorrem nos computadores, na interligação destes entre si, bem como no interfaceamento de computadores com processos no mundo real; introduzir a visão científica, em que modelos são utilizados para expressar a realidade observada.
  • Arquitetura de Computadores – o aluno poderá atuar em ambientes que exigem conhecimentos sobre os diversos tipos de arquiteturas, desenvolvendo atividades de organização básica; identificação de dispositivos e interfaces periféricas e automação industrial.
  • Engenharia de Software – o aluno demonstrará suas habilidades para gerenciar, analisar, projetar, verificar, validar, implementar e manter sistemas de software, permitindo o planejamento estratégico de informações, controle, especificação e execução de projetos de sistemas de informação, podendo atuar em construção de sistemas de informação e sistemas orientados a objetos.
  • Sistemas Distribuídos e Redes – possibilita ao aluno atuar no projeto, especificação e validação de sistemas distribuídos; projeto, implementação e manutenção de Redes de Computadores.
  • Inteligência Artificial – o aluno poderá interagir com diversas áreas de conhecimento como Engenharia, Medicina, Psicologia, Direito, Economia, Lingüística e outras áreas de Computação.
  • Computação Gráfica – o aluno aprenderá métodos e técnicas para transformar dados em imagem através de um dispositivo gráfico; e poderá atuar na área de processamento de imagens e sinais tais como mapeamento de imagens de televisão e publicidade.
  • Banco de Dados – o aluno organizará dados de forma a permitir o seu uso por diferentes aplicações/usuários e gerenciar estes dados de forma a possibilitar um uso eficiente. A organização refere-se a modelagem e projeto de banco de dados enquanto o gerenciamento exige o conhecimento do funcionamento interno de um SGDB (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados).
  • Compiladores – possibilitam ao aluno o entendimento das linguagens de programação numa visão orientada à engenharia de software visando o desenvolvimento de todo o tipo de ferramenta de software.

Ao final do curso, o profissional deverá ser capaz de desenvolver sistemas de informação, especificando, programando e implementando o sistema projetado de forma econômica e operacionalmente viável. Também estará apto a projetar e desenvolver metodologias de programação, programas de controle de sistemas operacionais, compiladores, programas de apoio ao usuário e aplicativos em geral. Ainda como complementação à sua formação, o aluno deve efetuar estágio curricular em empresas, ou desenvolver atividades de pesquisa em informática, o que lhe permite aplicar os conhecimentos adquiridos durante o curso.

 

Anúncios